Entre em contato com a Sanca Galpões11 9 5092 6683

 

 

 

BLOG | Como funciona um centro de distribuição

Como funciona um centro de distribuição

3 minutos | 17 de setembro 2019 | galpão logístico, logística

O centro de distribuição, também chamado de CD, é um armazém localizado estrategicamente, que recebe mercadorias de fornecedores. Entender como ele funciona é importante para o sucesso logístico da empresa.

Optar por um centro de distribuição pode trazer vantagens para todas as etapas do processo logístico. A começar pela centralização do estoque, por exemplo, que otimiza as operações de armazenamento e distribuição. Já a localização leva em conta o tráfego, a proximidade com fornecedores, clientes, rodovias e vias expressas, além dos modais de transporte, pois o intuito é conseguir, com isso, reduzir os custos com combustível e fretes. Para completar, se tiver equipe e equipamentos adequados, um centro de distribuição pode chegar a uma boa gestão de estoque, ajudando a empresa a se destacar no mapa do mercado pela agilidade nas entregas.

O centro de distribuição funciona com base em diversas operações:

Recebimento – É a etapa inicial, que começa com a descarga dos itens enviados pelo fornecedor. Esses itens ou produtos passam pela conferência e depois pela emissão das notas fiscais. Os dados são lançados no sistema para atualização do estoque.

Movimentação – Essa etapa consiste no transporte da mercadoria dentro do centro de distribuição. Ela considera a necessidade de mão de obra, bem como os riscos de avarias, e envolve equipamentos como empilhadeiras, por exemplo, que impactam na eficiência e nos custos de operação.

Armazenagem – É o estoque temporário dos itens até que sejam despachados. Essa área do centro de distribuição contempla estruturas como drive-in, estante, racks, cantilever e porta-pallets. Algumas estratégias, como a separação dos itens por categorias, podem ajudar nos passos seguintes. Nessa etapa, uma boa gestão de estoque se faz necessária para evitar custos com descompassos entre oferta e demanda.

Picking – Atividade importante em um centro de distribuição, representando 60% dos custos operacionais. Abrange a retirada dos itens do armazenamento e a separação do mix correto. A utilização de técnicas, como endereçamento, facilita o processo.

Expedição – Trata-se da última etapa, responsável pela verificação dos itens separados no centro de distribuição. O uso do leitor de código de barras, nessa hora, é importante para dar maior celeridade ao processo. A pesagem das cargas vem em seguida, acompanhada pela validação dos pedidos e a emissão dos documentos necessários.

E quanto ao layout?

O layout do centro de distribuição também é muito importante para o seu melhor funcionamento. Ele deve ser estruturado de acordo com as necessidades da operação no que diz respeito a espaço entre as áreas, pisos, prateleiras, porta-pallets, bem como tipos de produtos que ali serão armazenados. É necessário verificar peso, volume e forma de acondicionamento, além dos equipamentos a serem empregados.

O centro de distribuição pode ter dois tipos de layout:

– Com base no princípio de fluxo – Nessa opção, o fluxo dos produtos no centro de distribuição é projetado em linha reta, para evitar congestionamentos. Os itens são recebidos numa ponta da instalação, armazenados no meio e despachados pela outra ponta.

– Com base no giro dos produtos – Os itens de maior giro são colocados na região do centro de distribuição mais próxima da separação. Uma área é reservada para a armazenagem e a coleta de produtos de pequenas dimensões e alto volume. A área de expedição é dimensionada com linhas suficientes para evitar filas na linha de picking. As esteiras que levam os pedidos completos da área de separação e preparação para a de expedição têm altura elevada para aproveitamento do espaço no chão. Os produtos de pequenos e médios volumes são armazenados em pallets.

A tecnologia é grande aliada

A implementação de alta tecnologia no centro de distribuição proporciona maior agilidade nas operações. O uso de softwares e aplicativos desenvolvidos para facilitar o recebimento de mercadorias ou o acesso aos itens armazenados oferece um cenário de muita eficiência e desperdício quase zero. A distribuição automatizada facilita o gerenciamento dos riscos e promove a segurança dos processos logísticos. Entretanto, é preciso investir na capacitação e no treinamento dos colaboradores.

Ainda na linha do uso da tecnologia, o controle do estoque também é de vital importância para o bom funcionamento de um centro de distribuição, principalmente quando o volume de vendas aumenta e é preciso acelerar a rotina de trabalho. Garantir a eficiência nessa gestão pode fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso da empresa. Para isso, algumas ações são relevantes no CD, como a categorização das mercadorias, a previsão de demanda e a atualização constante do inventário.

Acompanhe também as nossas novidades no Linkedin, clique aqui.

A Sanca Galpões disponibiliza galpões para locação em centros logísticos estrategicamente localizados, com toda a infraestrutura e segurança, e a vantagem das despesas rateadas em sistema de condomínio. Os galpões são modulados, têm pé-direito livre de 12 metros, piso em concreto nivelado a laser, docas com plataforma niveladora e cobertura metálica com isolamento termoacústico.

 

Compartilhe!

VOLTAR

  • Entre em contato com a nossa equipe e vamos encontrar o seu galpão.


    Entre em contato com a Sanca Galpões 55 11 3246. 3300

    Entre em contato com a Sanca Galpões55 11 9 5092. 6683

    Entre em contato com a Sanca Galpões galpoes@sanca.com.br

    Locações
    (11) 3246-3300